Loja virtual ou e-commerce: qual a principal diferença entre os dois?

Você provavelmente já leu algum post no Instagram ou em blog falando sobre como criar a sua loja virtual e como vender mais no e-commerce. Mas, você sabe qual a diferença entre os termos? Loja virtual ou e-commerce? Conheça agora.

Principalmente devido a pandemia, os termos loja virtual ou e-commerce foram muito buscados na internet nos últimos 2 anos, normalmente se referindo a mesma coisa. 

Quem antes não comprava na internet por medo e insegurança, agora faz até a compra do mercado sem sair de casa.

E a empresa que antes só vendia no físico, agora notou a importância de estar onde todos estão: na internet.

O que é uma loja virtual, afinal?

Uma loja virtual é, como o próprio nome sugere, uma loja (como a física) no mundo virtual. Na internet. 

A verdade é que já estamos em um universo paralelo. A internet é o nosso universo paralelo. O Metaverso não é uma grande novidade, se você parar para pensar mais a fundo!

Então, quando você traz a sua loja, sua faixada, seu estoque de produtos, fotos e vídeos para dentro da internet, ter uma própria loja virtual vai te permitir mostrar tudo isso para a internet.

E, principalmente, ser encontrado na internet. Esse é, de longe, um dos principais pontos sobre a loja virtual.

Ao ter um site dedicado, exclusivo, você permite que buscadores como o Google possam te encontrar e mostrar para outros usuários (de graça) os seus produtos e páginas.

É possível melhorar ainda mais a sua posição no ranking de resultados do Google e aparecer entre os primeiros com técnicas de SEO.

Onde posso criar uma loja virtual para minha empresa?

Criar uma loja virtual já foi uma tarefa difícil, onde somente programadores conseguiam (e cobravam um investimento elevado pelo serviço), mas hoje, com a democratização da internet e a criação de plataformas como a Tray, Nuvemshop e VTex, você pode criar a sua loja virtual sozinho.

Loja virtual ou e-commerce: qual a principal diferença entre os dois?
Preços da plataforma Tray (29/06/2022)

Nessas plataformas, você pode contratar um plano, pagando valores a partir de R$ 49,90 mensais e escolher um tema gratuito para instalar na sua loja virtual.

Esses temas, normalmente, permitem que você personalize o seu layout, aplicando as cores do seu negócio, logotipo, escolhendo quais produtos quer exibir primeiro e adicionando banners incriveis para atrair seus clientes.

Aqui na Hatoria, também trabalhamos com a criação de lojas virtuais e, uma das maiores dificuldades de 90% dos nossos clientes é ter o tempo necessário para fazer a instalação e configuração do tema. 

Se a loja virtual é o meu site, o que é o e-commerce?

O e-commerce é um conceito mais amplo, onde engloba não só a sua loja virtual como também os marketplaces, as formas de pagamento, as ações de compra e venda virtual.

E-commerce, ou comércio eletrônico, é uma modalidade de negócio em que as transações comerciais são realizadas totalmente online. Desde a escolha do produto pelo cliente, até a finalização do pedido, com o pagamento, todo o processo deve ser realizado por meios digitais. – Trecho retirado do artigo “O que é e-commerce” da Nuvemshop.

E-commerce é o modelo de negócio onde tudo acontece on-line, com exceção, é claro, da parte logística.

Se você vende on-line através do seu Instagram, por exemplo, para seus clientes, você já está no e-commerce.

Quais tipos de e-commerce existem?

Existem diversos tipos de e-commerce na internet, que são muito conhecidos por suas siglas (que você provavelmente já leu em algum lugar). Vamos nos aprofundar nelas?

👉 B2B (Business to Business) ou Negócio para Negócio, é o modelo onde as empresas vendem para outras empresas.

👉 B2C (Business to Consumer) ou Negócio para Consumidor, que é o caso da loja da Amazon, por exemplo, que vende para você (consumidor) produtos.

👉 C2C (Consumer to Consumer) ou Consumidor para Consumidor, onde um consumidor vende para o outro. Um site que faz isso e você deve conhecer é a OLX, Enjoei e outros apps semelhantes, onde uma pessoa física vende para outra pessoa física.

👉 D2C (Direct to Consumer) ou Direto para o Consumidor, é um modelo adotado por algumas fábricas, que vendem diretamente para o consumidor, sem passar por atacadistas, barateando seu produto para o consumidor final.

👉 B2G (Business to Government) ou Negócio para Governo, um modelo bem menos conhecido, mas onde empresas concorrem entre si para vender artigos para o governo.

👉 Social Commerce (Comércio Social) é aquela boa e velha venda realizada pelas redes sociais como Instagram, LinkedIn, Facebook e outras redes sociais;

Concluindo…

A partir de agora, você já sabe a diferença entre esses dois termos e quando pensar em criar uma loja virtual, vai saber que ela estará no mundo chamado e-commerce.

Se você quer vender seus produtos na internet, mas ainda não sabe por onde começar, como criar a sua loja virtual, fazer o tráfego pago levando clientes para o seu site e fidelizando-os com estratégias avançadas de marketing digital, nós podemos te ajudar. Clique aqui e fale com um especialista agora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Outros posts

stories para advogados

10 Ideias Criativas de Stories para Advogados no Instagram

Descubra 10 ideias criativas de stories para advogados! Aumente o engajamento, compartilhe dicas legais e humanize sua imagem profissional. Leve sua prática jurídica para um novo nível de visibilidade e conexão com o público.