Marketing Jurídico: Advogados podem fazer propaganda?

marketing juridico

O marketing jurídico é um tema que tem gerado debates no âmbito da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A regulamentação sobre o assunto é estabelecida pelo Código de Ética e Disciplina da Advocacia, pelo Provimento 94/2000, além de resoluções e assentos dos Tribunais de Ética e Disciplina dos Conselhos Seccionais.

Neste artigo, vamos explorar o que o Código de Ética da OAB diz sobre a publicidade para advogados, o papel do Provimento 94/2000, se os advogados podem ou não fazer propaganda e como investir no marketing de conteúdos jurídicos.

O que o Código de Ética da OAB diz sobre a publicidade para advogados?

De acordo com o Conselho Federal da OAB, é permitido o marketing jurídico desde que seja exercido de forma compatível com os preceitos éticos e respeitadas as limitações impostas pelo Estatuto da Advocacia, Regulamento Geral, Código de Ética e Disciplina.

Os advogados podem divulgar seus serviços, porém, devem fazê-lo de maneira ética e responsável. A publicidade deve ser objetiva, verdadeira e os advogados são os responsáveis exclusivos pelas informações divulgadas. Certos conceitos relevantes, como marketing jurídico e marketing de conteúdos jurídicos, são estabelecidos pelo Código de Ética.

O que diz o Provimento 94/2000?

O Provimento 94/2000 estabelece diretrizes específicas sobre o marketing jurídico. Ele define termos como publicidade, publicidade profissional, publicidade de conteúdos jurídicos, publicidade ativa e passiva, captação de clientela, entre outros.

O Provimento determina que a publicidade profissional deve ter caráter meramente informativo, ser discreta e primar pela sobriedade. São estabelecidas condutas vedadas, como referências diretas ou indiretas a valores de honorários, práticas de captação de clientes e divulgação de informações enganosas ou prejudiciais.

Mas afinal, advogado pode ou não fazer propaganda?

Com base no Código de Ética e Disciplina da Advocacia, é permitido aos advogados fazer propaganda, desde que observem as regras e limitações estabelecidas. A publicidade deve ser exercida de forma ética, objetiva, verdadeira e sem configuração de captação de clientela ou mercantilização da profissão. É importante evitar o uso de expressões persuasivas, comparações e distribuição indiscriminada de brindes. O objetivo é garantir que a publicidade seja informativa e não prejudique a reputação da profissão.

Como investir no marketing jurídicos?

Uma estratégia de marketing jurídico eficaz é investir no marketing de conteúdos jurídicos. Isso envolve a criação e divulgação de conteúdos relevantes e informativos, com o objetivo de informar o público e consolidar a imagem do advogado ou escritório de advocacia.

É importante desenvolver uma estratégia de produção de conteúdo consistente, como artigos, vídeos, podcasts ou posts em blogs e redes sociais. O conteúdo deve ser de qualidade, atualizado e voltado para sanar dúvidas e necessidades do público-alvo. Além disso, é importante utilizar técnicas de otimização para mecanismos de busca (SEO) a fim de aumentar a visibilidade online.

Para investir no marketing de conteúdos jurídicos, é essencial conhecer o público-alvo e suas demandas, identificando os temas de interesse e as principais dúvidas relacionadas ao campo jurídico. Também é importante estabelecer uma estratégia de distribuição do conteúdo, utilizando canais adequados para alcançar o público desejado e assim crescer de forma mais rápida, como exemplo o tráfego pago.

Conclusão

A publicidade para advogados é regulamentada pelo Código de Ética e Disciplina da Advocacia e pelo Provimento 94/2000. É permitido aos advogados fazer propaganda desde que observem as regras e limitações estabelecidas, como a veracidade, objetividade e ética na divulgação.

O marketing de conteúdos jurídicos tem se mostrado uma estratégia eficaz para promover os serviços advocatícios, proporcionando informação relevante e consolidando a imagem profissional. Ao investir no marketing jurídico com uma empresa especializada, você conseguirá se destacar e crescer de forma mais rápida na profissão, mas sempre lembrando de respeitar as normas do Provimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Outros posts

stories para advogados

10 Ideias Criativas de Stories para Advogados no Instagram

Descubra 10 ideias criativas de stories para advogados! Aumente o engajamento, compartilhe dicas legais e humanize sua imagem profissional. Leve sua prática jurídica para um novo nível de visibilidade e conexão com o público.